Sem cirurgia
Sem agulhas
Destrói as células gordurosas da zona a tratar
Período de repouso pós-tratamento curto

Tecnologia apoiada por estudos clínicos

Segurança do procedimento

A criolipólise induz um arrefecimento controlado e preciso, por forma a tratar as células gordurosas subcutâneas, sem danificar a pele. Não usa agulhas, e o período de inatividade após o tratamento é curto. O procedimento da criolipólise está disponível em mais de 74 países.

Segurança clínica

Os especialistas em criolipólise realizaram uma formação exaustiva, e oferecemos apoio contínuo às clínicas para ajudá-las a garantir os melhores cuidados.

Segurança do dispositivo

Nem todos os dispositivos de criolipólise são iguais. Recomenda-se que o dispositivo de arrefecimento controlado leve medidas de segurança incorporadas. Se os sensores detetam que a pele está a arrefecer demais, o sistema desliga automaticamente.

Dos picolés à criolipólise

Há uns anos, cientistas da Universidade de Harvard observaram que algumas crianças que estavam a comer picolés tinham covinhas nas bochechas. Isto fez com que os doutores Dieter Manstein e R. Rox Anderson percebessem que o gelo pode danificar seletivamente pequenas bolsas de células gordurosas.

O facto de o frio poder tratar as células gordurosas sem danificar a pele ou o tecido que está à volta foi a ideia detrás da criolipólise.